Amor eterno...

Lilypie First Birthday tickers

quarta-feira, julho 06, 2011

Já me lembro por que não gosto de sapatos

Normalmente uma das coisas com que as mulheres perdem a cabeça é sapatos. Sapatos de salto, para ser mais concreta.

Ora bem, a Rita aqui nunca foi de cerimónias. Nunca aprendeu a andar de sapatos de salto. E portanto queria casar-se de sandália aberta e rasinha, daquelas mesmo confortáveis, em que os pezinhos ficam à vontade. Transmitiu essa vontade à sua grande amiga C., que lhe ia arrancando as orelhas à dentada. Que ideia marada, casar agora de sandália rasa!!

Vai daí, a primeira coisa que a Rita comprou para o casamento foi... um par de sapatos!

Bem lindos, diga-se de passagem, e com um saltinho não muito alto mas género agulha.

Pois bem,... a Rita começou a usar os sapatos em casa, para se ir habituando... e os maganos encravaram-lhe uma unha!!

Conclusão, a pouquíssimo mais de duas semanas de dar o nó, a Rita está com um penso de todo o tamanho no polegar do pé direito e vai ter de ir encontrar as tais sandálias abertas. E rasinhas.

Share |





"Nosce te ipsum"

4 clips:

Elias disse...

Pois :S... Parece me mais um exemplo de que geralmente a intuição está sempre certa... a primeira coisa em que pensaste foram as sandálias, e agora voltas a elas... acho que há que aprender a confiar mais na intuição em muita coisa na vida, e menos no que os outros dizem ou o que se escreve, tou me sempre a dizer isso a mim :)

Inês Correia disse...

Já eu perco-me por sapatos...

Rita disse...

Pois é, Inês. Basta pensar nos que querias trazer ao casamento ;)

Elias. Eu confio na intuição. Parvoíce a minha querer levar algo menos comum ao nosso casamento.

Carmo V. Romão disse...

Casa-te de sandalinha sim, até porque agora é moda. Vide Inês de la Fressange no casamento principesco do Mónaco. Se não tivesses já a unha encravada outra solução seria forrares uns sapatitos velhos com o mesmo tecido do vestido. Mas acho óptima a ideia das sandálias. Tu és alta e fica bem. Vais ser uma noiva à maneira :D

Rascunhos antigos