Amor eterno...

Lilypie First Birthday tickers

domingo, agosto 14, 2011

Oh senhores, tende juízo!

É sabido que o Verão é das piores alturas para se ir às compras. Sobretudo num Domingo em que o Continente está a abarrotar.
Mas não há paciência para o comportamento de certos "queques" que vêm para o Algarve a pensar que isto é tudo deles, que é uma província e que eles sabem tudo melhor que todos.
Lá vou eu de manhã, uma simples pobretanazinha, comprar pão para o almoço. Comprei 2 pães, uma vienetta e uma garrafa de limpa pára brisas. Portanto, estava carregadíssima de compras!...
Estavam todas as caixas abertas, e em todas elas filas de pessoas que chegavam à zona de congelados. Como tinha muito poucas compras, optei por usar uma caixa PRIORITÁRIA (não exclusiva, note-se) para grávidas, idosos, deficientes motores e pais com crianças ao colo.
Sendo uma caixa prioritária, sabe-se à partida que as pessoas com crianças de colo passam à frente. Até aí tudo bem, ninguém refila porque toda a gente sabe que as crianças nesta altura não aguentam muito tempo num supermercado, ficam impertinentes, cansadas, com fome, e tudo isso é natural.
O que não é natural é o comportamento dos papás das crianças, que pegam nelas ao colo, largam os carrinhos de compras nas filas e vão passear com os rebentos, e quando voltam é que se lembram que a caixa é prioritária.
Às tantas, depois de termos deixado passar um ou dois casais com bebés pequenos de colo à frente, olho para trás e vejo uma colega minha do secundário com o filho no carrinho de bebé. O miúdo já estava cheio de fome, ela estava sozinha e apenas com três artigos para pagar, pelo que naturalmente, apesar de ser a minha vez, a deixei passar à frente.
BIG MISTAKE!!!
Lá veio um senhor, aparecido não sei de onde, com uma criancinha que 3 segundos atrás não existia na fila, começar aos berros com a minha colega, que não se admitia ela passar à frente, que ele também tinha uma criança, que a "rapariguinha da caixa devia ter acordado mal disposta e não estava a fazer o papel dela e que não via nada", que não era a vez da minha colega, era a vez do casal estrangeiro que estava atrás de mim com o carro cheio de compras, e sei lá mais o quê.
Vêm de lá de não sei de onde (por acaso até sei, que toda a gente que vem para aqui é do mesmo sítio, mas não quero que pensem que eu tenho alguma coisa contra os naturais desse sítio, o que não é verdade) e pensam que somos todos atrasados mentais? E ainda começou a refilar comigo e com o E., que tínhamos que sair dessa fila, que íamos ficar em último de todos (reparem que nós estávamos há 40 minutos para pagar 2 pães, uma sobremesa vieneta e um líquido de limpeza do pára brisas!), e que sei lá mais o quê.
A minha pergunta é a seguinte, querido senhor que julga que vem de férias mandar em todos nós: quem lhe garante que eu não estou para bebé e que tenho tanto direito como o senhor de usar essa caixa? Quem lhe dá o direito de refilar com a minha colega quando ela está sem o marido ao pé, com o bebé a chorar de fome, quando a sua bebé, que nem estava na fila, estava calmamente a dormir no carrinho?
O que eu acho de piada a esta gente!
Do nada, começam 3 "machos alfa" a gritar uns com os outros, em espanhol, francês e português, com a segurança do Continente a meter-se ao barulho, a tratarem-se de filhos desta e daquela aos berros em frente às crianças, dando um lindo exemplo...
O que é certo é que eu pus as minhas coisinhas no tapete rolante, paguei e ainda me ri ao ver que os 3 machos alfa continuavam aos berros, com as crianças com fome e aborrecidas, e a caixa vazia porque ninguém se deu ao trabalho de verificar que já era a sua vez. Ninguém isto é... tirando o casal que estava atrás dos 3 machos alfa, que lhes passaram à frente com toda a pinta e legitimidade, e ainda comentaram connosco que sempre tinham tido filhos e nunca tinham assistido a uma cena ridícula como esta.
Oh senhores, tende juízo! Ensinai bem os vossos filhos, que o exemplo que lhes deram hoje foi deplorável!

Share |





"Nosce te ipsum"

9 clips:

Sam disse...

"Vêm de lá de não sei de onde (por acaso até sei, que toda a gente que vem para aqui é do mesmo sítio, mas não quero que pensem que eu tenho alguma coisa contra os naturais desse sítio, o que não é verdade)" pois é Rita, faça-me o favor de os aguentar por aí em Agosto que eu acho que os aturo o resto do ano... boa sorte;)

Rita disse...

Ai ai... maldito mês de Agosto!... Vá lá que está quase a chegar ao fim!! Mas eu não quero que fiquem a pensar que eu sou daquelas pessoas que detesta veraneantes, nada disso. O que eu não gosto é de um determinado tipo de pessoas que vêm para cá 15 dias e julgam que o Algarve é deles...

Sam disse...

claro, ninguem gosta desse género de pessoas... mas pensa positivo, são só 15 dias, passam num instante. é por essas e por outras que eu dispenso ir ao algarve.

ah, antes que me esqueça, muitos parabens, o casamento foi lindo:)

Rita disse...

Eu sei, são só 15 dias... Ai!!! Eu evito sair de casa precisamente por causa disso, mas quando há que fazer compras há que fazer compras... :P

Obrigada pelo comentário do casamento! Ainda bem que gostaste das fotos =)

Beijinhos e boas férias longe destas confusões!! ;)

Sam disse...

respira fundo que isso está quase:)

aqui tambem há muita confusão, e acredita que com gente bastante mais imbecil, daqueles que nasceram por cá mas que se esqueceram como se fala a nossa língua. ai agosto que nunca mais acabas...

Bomboca do Amor disse...

Infelizmente há por aí muitas pessoas sem civismo que se aproveitam dessas regalias. Eu, como grávida, nunca senti necessidade de me favorecer numa caixa de supermercado, acho que seria rude da minha parte.
Só assim temos consciência da falta de educação que existe no nosso país!
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Rita disse...

Sam, esses são outros... por vezes também me tiram do sério! Mas é como dizes, felizmente está quase a acabar!!!

Bomboca, eu não me importo de deixar passar ninguém que esteja grávida, ou que tenha uma criança pequena que esteja com fome, com sono, enfim, que se veja que realmente precisa. Não me importo mesmo nada! O que me chateia é que vão para essas caixas, deixem os sacos de compras, e vão passear com os filhos e mesmo assim se queiram aproveitar. Isso e que se ponham no início da fila, a comentar em voz alta "o que vale é que eu estou aqui a controlar isto para saber quem tem que passar à frente". E também me irrita não terem a decência de ver que se há carros cheios com crianças de 3 e 4 anos que estão calmas, também há casais jovens cuja rapariga está a sentir-se mal (que era o meu caso) e que só têm 5 artigos para pagar... Enfim, é por isso que evito ir a estas grandes superfícies no Verão!

Marta disse...

o que me irrita essas coisas. eu fui operadora de caixa, e como tal tive em caixas prioritarias, era sempre um filme. mas a operadora nao tem que ver quem tem prioridade ou não, os clientes é que se tem que chegar à frente, nos simplesmente pagamos os produtos e recebemos o dinheiro, nao podemos estar a ter essa trabalho. que quando esta muita gente é um trabalhao e assim e mais facil.
beijinhos

Rita disse...

Pois é, Marta, mas aparentemente estas pessoas não querem saber disso. E foi exactamente isso que eu fiz, deixei uma mãe com uma criança com fome passar à minha frente. Não percebo o problema daqueles senhores... Enfim, têm a mania que têm o rei na barriga e que as outras pessoas não têm direito a pagar as suas compras!...

Rascunhos antigos