Amor eterno...

Lilypie First Birthday tickers

quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Sabes que estás em Portugal quando... #3

Tens um dia tão merdoso interessante como o meu...

Depois de um dia terrível de alergias, ontem, hoje fui para o médico às 8 da manhã. Até aí, como fui a uma clínica particular, tudo bem...

O problema começou quando tive que ir ao Centro de Saúde, onde fui uma vez mais confrontada com o maravilhoso SNS (acrescente-se que sem ele eu já não saberia viver!!!...).

Cheguei lá às 9, e mandam-me tirar uma senha para a triagem.

E eis que a aventura começa!!

1 - A minha senha, às 9 da manhã, é o número 55.
2 - Às 9.20 chamam o 49. Não está. Chamam o 50. Não está. Chamam o 51. Eu penso: "Porreiro, isto está a andar bem, despacho-me cedo e posso ir para casa, onde me posso deitar e descansar por causa da noite terrível que tive"
3 - vejo que me engano... às 9.40, sensivelmente, chamam o 52... e por aí se ficam.
4 - às 10.30, chega um senhor estrangeiro com falta de ar.
5 - MANDAM-NO EMBORA DO CENTRO PORQUE NÃO ESTÁ INSCRITO!!!

Alto! Alto e pára o baile!!

Mas que país de palhaços é este em que uma pessoa com falta de ar (e eu bem sei do que falo) em vez de ser atendida é mandada, com maus modos, pela funcionária, para Vila Real de Santo António ou para Faro PORQUE NÃO ESTÁ INSCRITA NAQUELE CENTRO DE SAÚDE?????

Claro que estalou logo ali uma discussão.

A minha querida Mãe, que graças a Deus não é como eu e não tem papas na língua, começou a dizer umas quantas verdades.

Ai amigos, que foi só ver a sala toda a apoiá-la, calados que nem ratos (o que não era fácil, devido ao grande burburinho) e a funcionária calada que nem sei lá o quê.

Isto é de facto uma pouca vergonha.

Revolta-me que uma pessoa não consiga respirar (eu sei o quão sufocante isso se torna,... é horrível, não o desejo a ninguém!) e seja mandada para cidades que estão uma a mais de 20 km e outra a mais de 50.

É triste que o nosso país seja assim... muito triste! E dizemo-nos um país civilizado??

E ficamos contentes porque um senhor chamado V.C. vai para o estrangeiro? Que prova isso?? Em que beneficiam os portugueses disso?? Nada!! Por cá, continuamos mal como tudo! E não me venham com a história da crise, que não se sente, que assim e assado!

Eu queria era ver esses teóricos de gabinete que estragam tudo em quanto põem as mãos (tal como já anteriormente um sábio português disse...) sobreviver com o ordenado dos portugueses reais (e não com o ordenado dos políticos, assessores, gestores de bancos, e todos esses exemplos que infelizmente tão bem conhecemos...).

Revolta-me.

E não me venham dizer que nos outros países sempre é assim. Eu só posso falar pelo que vejo passar-se à minha frente todos os dias.

Isto é sim um país de palhaços, devemos adorar levar porrada para ter eleito o Sótrastes outra vez...

Espero que esse senhor apresente uma queixa contra o centro de saúde de Tavira; não me venham dizer que são instruções, eu sou asmática crónica desde os 18 meses e sempre fui atendida, porque QUALQUER PESSOA SABE INTUITIVAMENTE QUE QUEM NÃO CONSEGUE RESPIRAR CORRE O RISCO DE ALI FICAR!... Mas aparentemente em Tavira não sabiam isso.

Claro que também não gostaram de ouvir da minha boca que não sabia que trabalho estava a ser feito lá dentro para ao fim de hora e meia só terem chamado 2 pessoas para a triagem... Sim, para a triagem, nem sabia sequer se ia ser atendida, e se não o fosse era uma treta justificar a minha falta ao trabalho.

Claro que 2 minutos depois de termos berrado e refilado, eu estava na triagem e 5 minutos depois na consulta. Mas não devia ser assim.

Por favor!

Hora e meia para chamar 2 números??? E ainda se queixam que trabalham muito...

"Ah, porque veio um senhor para coser o dedo".

Sim senhor. E pergunto eu, 3 enfermeiras para coser um dedo?? Faz lembrar a anedota das pessoas a mudar uma lâmpada...

Este país é perito em fazer uma coisa: leis que prejudicam quem trabalham. E dão-se ao luxo de se dizer socialistas??

Eu não percebo nada, nadinha, nadérrima de política, mas isto não me parece governar para o povo... antes mais governar CONTRA o povo! E prendam-me por dizer isso, não tenho medo da minha opinião! Não sou tão famosa como o Mário Crespo para passar a ser um "problema que tem de ser solucionado".

Mas tenho pena.

Queria poder fazer algo para mudar isto.

Mas não posso!

E isso revolta-me!

São estas pequenas enormes coisas que me fazem saber que estou em Portugal!



"Noscete ipsum"

7 clips:

Luís disse...

É isso e ser deixado ficar para trás na Segurança Social para passar um Senhor Advogado. Ignoremos o facto de eu estar lá desde que abriu e ter saído ao Meio dia e ele ter entrado, dito quem era, esperar que alguém deixasse de ser atendido e está feito. Vá lá não ter expulso alguém: "Se faz favor, eu sou Advogado, sou melhor que todos, queira ceder-me o seu lugar."

Cada vez mais gostava que tivéssemos realmente participado nas Grandes Guerras, acredito profundamente que nos tinha logo feito evoluir.

Boas melhoras.

Elias disse...

Grande postagem, sim senhor :P

Realmente, coisas revoltantes que se passam á nossa volta todos os dias, e provavelmente muita coisa nos passa despercebida...

Sem dúvida que seria caso para apresentar uma queixa contra aquele centro de saúde, ou ao menos preencher o livro de reclamações...
Por isso não admira que ainda se continua a dizer, que numa emergência a melhor coisa a fazer é ir directamente ao hospital...

Já em relação a dizerem que isso é tão tipico de Portugal, já sabes o que eu penso... coisas parecidas a essas, com maior ou menor gravidade, acontecem a toda hora em todo mundo, pois reflectem a verdadeira natureza do ser humano... isso sim é que é a parte triste dessas verdades...
Felizmente de vez em quando lá aparece alguém no meio dessa gente que é um ser humano de valor... senão já ningúem se aguentava neste mundo...

Tita disse...

Luís: O que queres dizer com isso das Grandes Guerras? Desculpa, mas... não entendo! Em que é que isso nos teria beneficiado? Podes explicar por favor? =)

Elias: Sim, eu sei, isto é a essência humana no seu melhor... mas também sei que sempre que precisei de ser atendida fora de Portugal nunca tive problemas... eu sei que isto se passa em todo o lado, mas seja como for, só posso falar por aquilo que conheço... e isto hoje revoltou-me...

Sofia disse...

embora inoportuno, ficam aqui
saudades
sofia moedas

Tita disse...

Sofia,

obrigada =)

Que é feito de ti?

Beijinhos!

Scherzan disse...

Tita, como eu te percebo...
Sou tratado como um estrangeiro num serviço de saúde do meu país. Não que seja complicada a documentação... senti-me um emigrante. Enfim.

Sabes, apetece-me juntar um bom punhado de pessoas de bem e declarar independência do país gerido por pseudo-engenheiros e gestores e administradores.

Tita disse...

Se me considerares pessoa de bem, conta comigo! Estou cada vez mais farta do que se vê neste país...

Entristece-me pensar que cada vez mais nos estamos a tornar num país de inertes governados por um bando de sem-vergonha... é o que digo, nós, portugueses, devemos gostar de apanhar porrada para termos eleito o senhor quase-engenheiro e a sua equipa de Só-trastes...

Rascunhos antigos