Amor eterno...

Lilypie First Birthday tickers

quinta-feira, fevereiro 03, 2011

Apesar de tudo...

...ainda houve uma boa notícia hoje.

Recomecei a ter aulas de piano, para me preparar para a prova de acesso ao mestrado.
Ficou já definido o programa que vou apresentar: um nocturno de Chopin, uma tocata em ré menor de Bach (BWV 913), "The Lark" de Balakirev e a "Barcarola" de Chopin.
É algo ambicioso... mas sei que vou conseguir!
Mas o melhor de tudo foi ouvir que o que apresentei hoje na aula está digno não de uma aluna mas já de um músico a interpretar, não simplesmente a tocar notas. Que a parte difícil, a interpretação, a respiração interna, o balanço entre mãos, o equilíbrio entre rubatos, acelerandos e regularidades rítmicas estava no sítio, e que era de facto música. E que qualquer indicação que pudesse ser dada seria não de técnica mas sim de gosto pessoal.
Não quero parecer fútil, mas a verdade é que já há não sei quanto tempo que não me elogiavam ou me faziam acreditar que realmente posso dar ainda mais de mim ao instrumento que escolhi para a minha vida...


Share |




"Nosce te ipsum"

3 clips:

Elias disse...

É tão bom ver-te assim :)
Deixa-me feliz.
Tu que és sempre tão exageradamente auto-crítica, e raramente acreditas em ti, sobretudo por culpa de certos professores que nós cá sabemos, estavas mesmo a precisar de alguém a ser imparcial e justo.
Desejo-te todo o sucesso para este novo passo :)

Doggy disse...

Não és nada fútil! Aqui quem tem sempre as futilidades do seu lado SOU EU! Portantes, nada de mas roubar que elas são sempre queridas para mim!!!
Desejo-te muito boa sorte. Eu já sei que tu vais conseguir (porque consegues sempre tudo o que queres, lá isso é verdade!)
Sempre foste muito boa e tanto tu como eu não nos devíamos ter arrastado por certos comentários... Mas é certo e sabido que ultrapassámos isso (com muita ajuda) e que nos voltámos a erguer. E se tudo correr bem, a tua vida vai dar uma volta de 180º graus (não digo 360º porque seria o mesmo do que dizer que irias ficar na mesma ;p).

Muitos beijinhos J.

Rita disse...

Doggy: deixaste-me absolutamente sem palavras... faço minhas as tuas palavras, e obrigada pela força que me deste sempre!! Um beijinho da mana que te ama como tudo!

Rascunhos antigos