Amor eterno...

Lilypie First Birthday tickers

quinta-feira, março 25, 2010

Não dá para ficar calada

Sou católica.
Mas não posso ficar calada perante certas notícias que se ouvem no jornal.
Nada de novo, verdade. Um padre abusador de crianças, desta feita, 200 jovens surdos.

Eu não entendo... se são padres... não deviam ter vocação? Adorar Deus antes de todas as coisas? Não magoar os outros? Ajudar os necessitados? Ajudar os pequeninos, pois aí está Deus? Em cada irmão pequeno que ajudamos?

Não posso deixar de criticar, peço desculpa mas não posso.

Atitudes destas claro que põem em cheque a Igreja. Ou deveria dizer igreja, sem letra maiúscula? Porque me recuso a acreditar que católicos (???) como este padre formem a Igreja, o Corpo Místico de Deus, os seus membros.

Ou se formam, eu não me identifico com essa Igreja.

A igreja com que me identifico é uma igreja de amor, de perdão, de ajuda.

Cada vez menos acredito em padres. Cada vez menos acredito no que dizem. Conheço talvez 2 padres que o são por pura vocação, e nesses acredito. Quanto aos outros... poupem-me!

Sou católica apostólica romana, sim, mas também tenho cabeça, e penso cada vez mais que aquilo que nos dizem na Missa, aquilo que nos têm dito ao longo de séculos e séculos não passa de uma igreja formada pelos homens, uma igreja masculina, meramente masculina porque a mulher é um elemento perigoso. Até a história de Adão e Eva nos apresenta, mulheres, como a fonte de todo o mal no mundo. Até que ponto é mesmo isso que Deus pensa? Até que ponto Ele acredita mesmo que nós somos inferiores? Até que ponto a sociedade se infiltrou na Igreja? Não sei... sei que acredito em Deus, em Jesus como seu filho, no Espírito Santo. Acredito. Não consigo não acreditar. Não me peçam para justificar. Como St. Inacio de Loyola diz, para quem crê, nenhuma explicação é necessária e para quem não crê nenhuma é necessária.

Agora o que não acredito é que seja por amor a este Deus que "padres" abusam de crianças. Abusam da confiança que toda uma comunidade deposita neles. Abusam do seu poder. Abusam de algo que deviam por ao serviço dos outros e nunca, nunca!, ao seu próprio serviço.

Se é esta a Igreja a que pertenço...

Já anteriormente a Igreja errou, sim, eu sei. Muitos crimes foram cometidos por ela. Basta que nos lembremos da Inquisição.

Mas é por factos destes que eu digo... acredito em Deus e nos Seus mandamentos... mas cada vez acredito menos nestas igrejas que nos querem reger e controlar o pensamento. Por vezes dá ideia que têm medo dos fiéis que pensam... e tenho pena disso. Não é por pensar que vou acreditar menos em Deus... ou no Seu amor... ou no Seu perdão... acredito menos sim em que sou filha do pecado, ou que não valho nada, ou que tudo o que faço é pecado. Não sei se me estou a explicar bem...

Acredito que Deus está em todo o lado, na Natureza, no campo, na cidade, no mar, na montanha, ele é jovem, velho, criança, homem, mulher... Se Ele é um todo, como dizer que é apenas masculino? É um Espírito de alegria, de Perdão, de Festa... e não um Deus que castiga e que está sempre a olhar para cima de nós e a apontar o dedo e a dizer "o que quer que faças, pecas, é mais forte que tu porque és humano"...

Entendem onde quero chegar?

Oh, como queria conseguir pôr por palavras o que penso...

Só sei que padres como este, que abusou de 200 crianças, não pertencem DE CERTEZA à mesma igreja que eu... adoram um deus muito próprio deles... um deus mau... e isso enche-me de tristeza, porque sei que Deus não é assim...




"Nosce te ipsum"

10 clips:

medeixagozar@ disse...

Ola!!

Obrigado pela visita, e pelo teu comentário, aparece sempre que quiseres tem lá muitas coisa para comentar... LOL :P

Em relação ao post, só tenho a dizer... O Papa Bento XVI é que está à frente da igreja não é Deus, eu não gosto da igreja mas acredito em Deus.

Bjs,
http://medeixagozar.blogspot.com/

Rita disse...

Me deixa gozar: obrigada. É precisamente essa a conclusão a que eu própria estou a chegar...

Beijinhos e aparece quando quiseres =)

lampâda mervelha disse...

Por isso é que eu digo, sou Cristão. É assim que me identifico.

Lu! disse...

Eu quando vi a noticia fiquei em choque...

Mundinho nojento...

Eu não acredito na igreja, são uma cambada de manipuladores, que me perdoem os que seguem as leis deles, mas eu recuso-me a aceitar este tipo de situações...

Acredito em Deus tal como foi acima referido, mas não acredito em padres...

Tenho a minha fé mas não vou à missa e não sinto peso nenhum na consiencia disso.

Beijinhos

Rita disse...

Lampada: Talvez seja de facto a melhor designação, ou identificação. Cristão. Aquele que segue os ensinamentos de Cristo. Os originais, sem que tenham sido deturpados pelos homens ou pela sua sede de poder. Creio que tens razão. =)

Aparece sempre que quiseres =)

Beijinhos

Rita

Rita disse...

Lu: É... infelizmente as leis de Deus, os ensinamentos de Cristo, tal como disse na minha resposta ao Lampada, foram ao longo dos séculos deturpados e manipulados segundo a vontade dos homens, que muitas vezes apesar de padres, bispos, cardeais ou Papas pouca ou nenhuma fé tinham. As "leis" foram mudando ao longo dos séculos. Então aquilo que a igreja considerava pecado há umas centenas de anos hoje já não o é. E então? Teremos de acreditar que os fiéis de há umas centenas de anos iam parar ao inferno por coisas que hoje não nos merecem esse castigo? Então que coerência é essa? Por isso é que estou a chegar a esta conclusão: acredito em Deus, em Cristo, nos Seus ensinamentos... mas acredito e sinto que eles foram "filtrados" para servir poderes humanos, sendo que a igreja apenas foi dizendo aos fiéis o que lhe convinha. Acredito que Deus está bem dentro de nós... e nós podemos senti-Lo e agir de acordo com as suas regras... sem sermos manipulados... Talvez me esteja a aproximar da "heresia", mas não posso calar a voz da minha consciência...

EK disse...

Rita.. Para quem acredita em Deus esta conversa não cabia aqui.. Mas no cômputo geral tenho de concordar contigo.

Rita disse...

EK: talvez tenhas razão, sabes? Acontece que eu neste momento certezas tenho mesmo muito poucas... acredito Nele, sim... mas... há tanta e tanta coisa em que eu já não sei o que pensar, entendes?... Não leves a mal o que escrevi, até pode ser uma data de "asneiras", mas... a verdade é que certezas tenho cada vez menos, a não ser que Nele acredito... Se calhar não estou a fazer muito sentido lol...

De qualquer maneira, obrigada pela tua visita =)

Beijinhos

Rita

Olhos Dourados disse...

Eu compreendo-te porque eu também penso igual. Sou caólica e gosto de o ser, mas também penso pela minha própria cabeça, e há muitas coisas que a Igreja erra.

Rita disse...

Olhos Dourados: obrigada! É bom saber que há mais gente a pensar como eu =)

Beijinhos

Rita

Rascunhos antigos